quinta-feira, 12 de novembro de 2015

O Verdadeiro Soldado Ryan



Embora a história do Resgate do Soldado Ryan seja fictícia, havia um paraquedista real na 101ª Divisão Aerotransportada, cuja família, aparentemente, sofreu a perda de três dos quatro filhos em combate em um curto período de tempo.

O sargento Frederick “Fritz” Niland era um membro da 101ª da 501º Airborne, o Regimento de Infantaria Paraquedista, e foi um dos que saltaram na Normandia em 06 de junho de 1944. Ele pousou a sudoeste de Carentan em Raffoville, e ele foi capaz de voltar para sua unidade por conta própria.

Três irmãos servindo em outras unidades; Sargento Robert Niland era um paraquedista na 505° Regimento Paraquedista de Infantaria da 82ª Divisão Aerotransportada, tenente Preston Niland servido no 22º Regimento de Infantaria, 4ª Divisão de Infantaria, e o primeiro-sargento Edward Niland foi um piloto no Exército Força Aérea.

Edward tinha sido dado como “desaparecido em combate” durante a Birmânia no Pacífico em 16 de maio de 1944. Seu B-25 foi abatido e ele foi declarado como presumidamente morto. Robert foi morto no Dia D em Neuville-au-Plain. Preston foi morto em 07 de junho nas proximidades da Praia de Utah.

Ao contrário do Ryan do filme, no entanto, não houve necessidade de enviar uma missão de resgate para encontrar o sargento Niland. Quando o padre Francis L. Sampson, capelão do 501°, soube que dois dos irmãos Niland foram mortos, e que o terceiro foi declarado morto, ele começou a burocracia para enviar Niland para casa.

Niland permaneceu com a sua unidade durante algum tempo, mas a papelada estava pronta ele foi forçado a voltar aos Estados Unidos, onde trabalhou em Nova York como soldado da Polícia Militar (MP) pelo resto da guerra.

Felizmente, para a família Niland, Edward Niland não estava morto, mas passou quase um ano inteiro em um campo japonês de prisioneiros de guerra antes de ser resgatado por forças britânicas.


Frederick “Fritz” Niland
Com a roupa com que saltou na Normandia, no Dia D.


(Do Blog de Francisco Miranda)


Nenhum comentário:

Postar um comentário